Inicio » , , , , , » México: Uma viagem no Yucatán e Cancún em 6 dias

México: Uma viagem no Yucatán e Cancún em 6 dias

Roteiro e dicas para uma viagem em busca das ruínas arqueológicas do Yucatán


Consegui uma promoção para Cancún no carnaval e parti para fazer uma viagem que eu sempre planejei... não... não eram as praias paradisíacas dos resorts de Cancún o meu sonho, e sim os mistérios da avançada civilização Maia no interior da Península do Yucatán. É claro que depois de me embrenhar nas selvas mexicanas, eu planejei terminar na famosa cidade de Cancún. Para percorrer tudo em apenas 6 dias (na verdade, 5 se descontar o deslocamento) eu tive que organizar a logística com o aluguel de carro. Segue abaixo o relato resumido:


LOGÍSTICA DE TRANSPORTE

O primeiro meio de deslocamento, é claro, foi o avião. Peguei um vôo da empresa colombiana Avianca com conexão em Lima, Peru. Ao chegar em Cancun, o próximo meio seria um carro alugado. No aeroporto, o aluguel mais econômico foi na discreta agência America Car Rental, que não fica no saguão de desembarque. É necessário sair na parte eterna e seguir à direita, em direção à área de embarque. Lá estão alguns guichês de aluguel e transfer. O carro saiu por U$ 10 a diária + U$ 18 de seguro obrigatório de danos em terceiros.

Os guichês de aluguel de carro e transfer ficam do lado de fora do aeroporto


ROTEIRO DAS RUÍNAS NA SELVA ATÉ O LITORAL

No DIA 1, que foi justamente o dia do traslado, após alugar o carro, foi necessário percorrer cerca de 300 km até pernoitar na capital do Estado do Yucatán, a cidade de Mérida. No DIA 2, bem cedo, visitei a Plaza de La Independencia e seus edifícios históricos em Mérida, depois segui 84 km até a primeira aventura arqueológica na cidade de Uxmal, uma das mais desenvolvidas cidades Maias. Para terminar o dia, foram mais 200 km de deslocamento até em Chichen Itza.

Placa anunciando o Carnaval de Mérida na Plaza de la Independencia 


A Pirâmide do Advinho é a principal atração de Uxmal


No DIA 3, me planejei para chegar no sítio arqueológico de Chichén Itzá, um dos mais importantes e complexos do México, logo após a abertura para conseguir evitar a multidão de turistas que lotam o lugar. Depois de explorar cada detalhe, segui por 65 km até Ek Balam, um sítio arqueológico recentemente aberto ao público. Para encerrar o dia, assisti sem pagar nada o inesquecível show de luzes e sons na noite do sítio de Chichen Itza.

Em Chichén Itzá está a Pirâmide El Castillo, considerada uma das 7 maravilhas do mundo moderno


Ek Balam é um sítio recém aberto ao público e ainda pouco conhecido


O DIA 4 começou com um deslocamento de 103 km até chegar em Cobá, um sítio arqueológico que aluga bicicletas para os turistas conhecerem suas altas pirâmides e estelas variadas. De volta à estrada, continuei caminho por 48 km até Tulum, um dos sítios arqueológicos de paisagem mais bonita por se encontrar à beira do mar. Enfim de volta a Cancún, era hora de fazer um programa de turista e descansar num resort na região hoteleira da cidade, o que durou por todo o DIA 5 também. A volta para o Brasil aconteceu no DIA 6, o último dia de viagem.

Cobá possui um complexo de ruínas maias espalhadas pela selva 


Praias e ruínas arqueológicas dividem o lugar em Tulum


Dias de descanso no Gran Caribe Real Resort


7 DICAS ÚTEIS PARA PLANEJAR A VIAGEM

1) FUSO HORÁRIO – O Yucatán possui um fuso horário de 4 horas a menos que o Brasil, exceto Cancún que fica em outro Estado, chamado Quintana Roo, que apesar de se localizar no nordeste da península de Yucatán, possui um fuso horário diferente de apenas 3 horas a menos que o horário de Brasília.

Quintana Roo possui 1 hora a mais que as demais regiões do México


2) AMOMA - Este site de reservas foi uma descoberta que ajudou bastante a economizar na viagem. A hospedagem e o aluguel de veículos estava bem mais baratos. Acesse neste link.

3) PROPINA - É cultural nessa região o pedido de gorjetas (em espanhol: propina) por parte de quem oferece um serviço. Lembre-se que nada é de graça!

4) MOSQUITOS - A região é local de mosquitos, principalmente em períodos mais quentes. Uma dica para se proteger é passar citronela no corpo.

5) GPS - Para dirigir pelas estradas do interior do Yucatán, levei um aparelho GPS Garmin Nuvi e obtive os mapas da região baixando grátis no site http://garmin.openstreetmap.nl/

6) ESTRADAS – Todas estavam em boas condições e não percebi qualquer tipo de engarrafamento. O relevo sem elevações e sem rios também facilita dirigir nas estrada quase sempre sem curvas. Em alguns pontos é possível encontrar blitz da polícia. Nas pesquisas antes da viagem, cheguei a ver um relato de turista brasileiro que foi coagido pela polícia para pagar propina (no sentido brasileiro da palavra). Cheguei a ser parado numa blitz na estrada de Uxmal e fui bem tratado, não vi nenhum abuso de poder.

7) PEDÁGIOS - Existe 2 tipos de estradas, uma é Pista Libre que são as estradas secundárias que não cobram pedágio e outra é a Pista de Cuota que são vias rápidas, bem sinalizadas e que cobram pedágio. As placas avisam a aproximação dos pedágios (Caseta de Cobro). Apesar de serem estradas melhores, o preço do pedágio é caro, chegando a R$ 70 em alguns trechos.

As "casetas de cobro" são encontradas em "pistas de cuota"


CUSTOS (fevereiro 2016)

- Passagem Rio-Cancún (ida/volta) - R$ 1.851,00
- Aluguel de carro (3 diárias) - U$ 59,13
- Combustível 1 - 378 pesos
- Burguer King - 38 pesos
- Pedágio 1 "Tintal" - 276 pesos
- Pedágio 2 "Chichen Itza" - 160 pesos
- Hospedagem - 59 pesos
- Estacionamento em Mérida - 16 pesos
- Combustível 2 - 230,88 pesos
- Entrada Uxmal - 65 pesos
- Taxa Uxmal - 148 pesos
- Pedágio 3 - 92 pesos
- Água 5L - 21,50 pesos
- Hotel Dolores Alba (2 diárias quarto duplo) - 1.426 pesos
- Jantar - 125 pesos
- Entrada Chichén Itzá - 65pesos
- Taxa Chichén Itzá - 167 pesos
- Estacionamento Chichén Itzá - 30 pesos
- Almoço (Cachorro quente + miojo) - 24 pesos
- Bebida leite achocolatado 1L - 16,90 pesos
- Combustível 3 - 300 pesos
- Entrada Ek Balam - 65 pesos
- Taxa Ek Balam - 128 pesos
- Jantar Restaurante Fabíola - 90 pesos
- Entrada Cobá - 65 pesos
- Entrada Tulum - 65 pesos
- Gran Caribe Real Resort (2 diárias All Inclusive) - R$ 400
- Ônibus para Rodoviária de Cancún (R1) - 10,50 pesos
- Ônibus para Aeroporto - 66 pesos


MEU ROTEIRO

Roteiro completo: MISSÃO MÉXICO

Próximo: MÉRIDA


Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Leia Também

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações