Inicio » , , , » Grécia: A incrível região de Meteora (dia 2)

Grécia: A incrível região de Meteora (dia 2)

Uma trilha pelas montanhas sagradas de Meteora e seus monastérios seculares


No segundo dia de exploração na região de Meteora (leia aqui como foi o primeiro dia), descobri a existência de uma trilha a partir da cidade de Kalambaka até o monastério de Agias Triada, lugar que já foi usado como cenário do filme 007 Somente para seus Olhos.


A TRILHA ATÉ METEORA

Ao conseguir um mapa no hotel, usei para saber como chegar na trilha para subir para Meteora. Não é difícil achar, basta se orientar em direção às torres de pedra a partir da praça principal de Kalambaka. Existem algumas placas indicando o início da trilha. A duração da subida pela trilha é de 40 minutos por uma paisagem exótica até chegar no monastério de Agias Triada.

Placas em alguns postes indicam o início da trilha


Trilha tranquila, feita com pedras e concreto, fácil de caminhar


Uma atração na trilha é observar as formas estranhas das pedras...


... como essa que parece um rosto igual a Pedra da Gávea...


... ou essa que parece uma... bem... essa eu deixo para você opinar


A cidade vai ficando para longe e a natureza vai se destacando


Um aglomerado de totens de pedra feitos pelos peregrinos 


MONASTÉRIO DE AGIAS TRIADA

O Mosteiro da Agias Triada (Santíssima Trindade) fica em cima de uma rocha íngreme e já era considerado monastério desde 1362, segundo um documento de Simeão Uressis Palaeologos. Os visitantes caminham inicialmente ao pé da rocha antes de começar a subir por 140 degraus. O dias, horários e preço para a visitação são os seguintes: Aberto de 10h00 às 16h00. Fechado às quartas-feiras e quintas-feiras. A entrada custa 3 euros.

O monastério é todo construído em harmonia com as pedras


Longa escadaria de subida até o monastério


Apesar de não ser tão grande, possui uma estrutura conservada


Principal catedral foi construída no século 15 e decorada com afrescos em 1741 por dois monges. A capela de Timios Prodromos, uma pequena igreja circular com uma cúpula é toda decorada com pinturas de parede que datam de 1682. Este monastério foi usado como cenário para as cenas finais do filme de James Bond, intitulado For Your Eyes Only (título no Brasil: 007 Somente para seu Olhos).

Cruzeiro no mirante do monastério


Kalambaka vista do alto de Agrias Triada 


Cartaz do filme do 007 com o monastério ao fundo


MONASTÉRIO DE SANTO ESTEVÃO

Andando mais algumas centenas de metros desde Agias Triada, se chega no monastério de Santo Estevão (Agios Stephanos), que teria sido utilizado pela primeira vez no século 12. Diferentemente dos demais monastérios em que é necessário enfrentar longas escadarias, este é o mais fácil de acessar, basta cruzar uma pequena ponte de pedra. Os dias, horários e preços para a visitação são os seguintes: Aberto de 9h30 às 13h00 e 15h00 às 17h00. Fechado às segundas-feiras.

Da estrada, a primeira visão do monastério é espetacular


O acesso é feito por uma curta ponte a partir da estrada


Outra visão do monastério de Santo Estevão a partir da estrada


Cheguei na hora do almoço e tive que esperar até as 15h00, logo sentei nas pedras e fiquei contemplando o monastério de longe. Foi então que surgiu um carro moderno na estrada e parou buzinando na frente do portão. Um padre ortodoxo entrou rapidamente no prédio do monastério e saiu acompanhado de uma freira até a porta do carro. Depois ele partiu dali com a mesma velocidade. O que será que o misterioso padre foi fazer naquele horário que não havia visitantes? Teria ido buscar o dinheiro arrecadado na bilheteria ou seria algo mais misterioso?

Um padre de barba longa entra e sai do monastério de maneira misteriosa


Outra atração especial antes de entrar é a vista do Vale de Tessália


O monastério abriu normalmente para o horário de visitação da tarde. Lá dentro, existem duas catedrais: a principal do século 18 e outra mais antiga, do século 16, que foi severamente danificada durante a Segunda Guerra Mundial e também, posteriormente, durante a Guerra Civil Grega.

As construções variam suas antiguidades entre os séculos 16 e 18


Apesar de ter sido danificado na Segunda Guerra Mundial, hoje o monastério está restaurado



Do pátio do monastério, além do vale, a cidade também pode ser contemplada


Uma igreja ortodoxa em Kalambaka


Algo curioso que observei foi um afresco que retrata uma cena bizarra do inferno. Na cena, cheia de simbologia, se encontra um monstro cuspindo fogo com outros seres macabros. Acima, está Jesus e alguns santos. No meio, várias cenas com personagens mitológicos e, abaixo, almas torturadas na escuridão. O mais impressionante é que essa imagem se encontra dentro de uma igreja.

Afresco que retrata o inferno e monstros macabros


As imagens infernais se encontram nesta simples capela


RETORNO PARA ATENAS

Para descer a trilha de volta para a cidade foi bem rápido. Peguei a mochila no hotel e segui andando para a estação de trem. No caminho comprei um crepe de frango + ovo para a viagem, valeu muito a pena! Às 17h30 partiria o trem para Atenas e, de lá, eu seguiria para Delfos onde outra aventura estava me esperando.

As colunas de pedra ficaram para trás, mas são difíceis de esquecer


MAPA DE METEORA



MEU ROTEIRO

Anterior: METEORA (dia 1)

Roteiro completo: MISSÃO GRÉCIA

Próximo: PERRENGUE EM DELFOS


Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Leia Também

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações