Cidades Históricas de MG: Passeio de Maria Fumaça

Uma viagem ao passado sob trilhos

A Maria Fumaça que liga Tiradentes a São João del Rei permite a visitação entre as duas cidades num passeio de 40 minutos cada viagem. Percorri esse caminho enquanto eu estava em Tiradentes.


INFORMAÇÕES ÚTEIS

Qualquer pessoa pode pegar esse trem com opção de embarque em Tiradentes ou São João del Rei, conforme os horários e valores deste post, atualizados em 2015.


 A Maria Fumaça é uma das maiores atrações das cidades históricas


HORÁRIOS
 
Sextas-feiras e sábados:

Partida de São João: 10h e 15h
Partida de Tiradentes: 13h e 17h


Domingos:

Partida de São João: 10h e 13h
Partida de Tiradentes: 11h e 14h

 
 Interior do vagão bem conservado


TARIFAS 

Adultos: R$ 40,00 (Ida) - R$ 56,00 (Ida e volta). Crianças de 6 a 12 anos, estudantes e pessoas acima de 60 anos: R$ 20,00 (Ida) e R$ 23,00 (Ida e volta). Crianças até 05 anos no colo não pagam


O trem passa por cima de pontes e cursos d'água


Paisagens dos campos do interior de Minas Gerais


FUNCIONAMENTO DA BILHETERIA

Estação de São João del Rei:
4ª e 5ª - 9:00h às 11:00h e 12:00h às 17:45h
6ª e sábado - 9:00h às 13:00h e 14:00h às 17:00h 


  Estação de Tiradentes:
4ª e 5ª - 9:00h às 11:00h e 12:00h às 17:45h
6ª e sábado - 9:00h às 13:00h e 14:00h às 17:00h
Domingo: de 9:00h às 14:00h


 A visão a partir do primeiro vagão


 Passagem por cima de rios


HISTÓRIA

Construída em 1874, é a segunda ferrovia do Estado de Minas Gerais e a 13ª do Brasil conhecida como Estrada de Ferro Leopoldina. Mais tarde, surgiu a Estrada de Ferro Oeste de Minas (EFOM), inaugurada no dia 30 de setembro de 1880.

 O percurso entre as duas cidades é de 12 Km


Um ano após a inauguração, sua sede passou a ser Sâo João Del Rei, resultado do esforço realizado pela comunidade local para que a ferrovia chegasse até a cidade. 

Carros param para a passagem da Maria Fumaça


 O trem passa quase no quintal do povo de São João del Rei


Alguns historiadores consideram a EFOM como a primeira ferrovia do estado, já que as demais possuíam suas sedes no Rio de Janeiro, assim, ficou conhecida como a ferrovia "mais" mineira. Chegou a antigir 602 km de extensão.

 Chegada na Estação de São João del Rei


Outra oportunidade é visitar o Museu Ferroviário de São João del Rei, ao lado da Estação. O funcionamento é de 4ª a sábado, de 9:00h às 11:00h e de 13:00h às 17:00h. Aos domingos: de 9:00h às 13:00h
 
Outra Maria Fumaça permanece em exposição sobre os trilhos 


Partida cheia de "fumaça" para o retorno à Tiradentes


 É possível ver obras da antiga ferrovia pelo caminho


Uma característica da estrada de ferro é sua bitola estreita (76 cm) com a qual ganhou o apelido na época de "Bitolinha". Essa despadronização de bitola de trilhos é um dos motivos de não termos uma malha ferroviária ligando os pontos do Brasil, assim como funciona na Europa. Mas motivo principal é a má gestão pública devido à corrupção... mas esta é outra história!

Dispositivo para girar a máquina e mudar o sentido



The End!


MEU ROTEIRO

Anterior: TIRADENTES

Roteiro completo: CIDADES HISTÓRICAS DE MG

Próximo: BARBACENA


Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Leia Também

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações