Carrancas-MG: Como planejar a viagem?

Informações úteis e dicas para visitar a cidade


Para chegar na paz do interior de Minas Gerais não existe outro meio a não ser enfrentar as estradas e montanhas. As distâncias das capitais Rio/São Paulo são em média 400 Km, cerca de 6 horas de carro. Abaixo segue as distâncias a partir das grandes capitais próximas:
Principais distâncias rodoviárias (km):
   São Paulo  411  Presidente Dutra
  430  Fernão Dias
   Rio de Janeiro  421 BR-040
   Belo Horizonte  286 BR-040
   Vitória  850 
   Brasília  1.060

COMO CHEGAR?

De um modo geral, a ideia é seguir em direção a cidade de Lavras e entrar para Carrancas. Abaixo estão os meios para quem vai de ônibus ou de carro. 

Estradas com subidas e descidas no interior de Minas


- DE ÔNIBUS

Rio de Janeiro: Seguir até Lavras partindo com a Viação Util. Valor médio da passagem entre R$ 83,00 e R$ 110,00 por trecho. De Lavras até Carrancas, a opção é com a viação São Cristóvão (não possui venda online). 

Viação São Cristóvão (Lavras) Tel: (035) 3821-0100 
Lavras / Carrancas – R$ 16,85 - 2ª a sábado – 10h45 e 16h15 / domingo – 07h00 e 15h00 
Carrancas / Lavras – R$ 15,25 - 2ª a sábado – 06h15 e 13h00 / domingo – 10h00 e 19h00


São Paulo: Seguir até Lavras partindo da rodoviária do Tietê com a Expresso Gardênia. Valor médio da passagem está R$ 63,00 por trecho. De Lavras até Carrancas, a opção é com a viação São Cristóvão conforme as informações acima.


Belo Horizonte: Seguir até Lavras partindo da rodoviária de BH com a Expresso Gardênia também até Lavras e fazer conforme as informações acima de Rio e São Paulo.

Placa a partir da saída de Itutinga

- DE CARRO 

Rio de Janeiro-RJ: Para quem vem do Rio a melhor opção é pegar a BR 040, passando por Petrópolis e Juiz de Fora até chegar em Barbacena. Na BR-040, em Barbacena, pega-se a BR-265, entrando no retorno a direita para Lavras, seguindo até Itutinga por mais 100 Km, passando pela entrada da cidade de Rio das Mortes. De Itutinga a Carrancas são mais 30 Km. Passagem por 3 pedágios (R$ 9 cada, em 2015)


São Paulo-SP: Vá pela rodovia Fernão Dias (zona Norte) e siga até a entrada para Lavras (saída 688), você estará então na rodovia BR-265 (Lavras - São João del Rei) onde, após 48 kms chegará ao município de Itutinga. De Itutinga até Carrancas são mais 30 km. Passagem por 10 pedágios (R$1,50  cada, em 2015).


Belo Horizonte-MG: Uma opção é seguir pela Rodovia Fernão Dias até a entrada para Lavras (saída 688), e fazer como quem vem de São Paulo. Outra opção é seguir pela BR-040 até Barbacena e fazer como quem vem do Rio de janeiro (acima).


São Thomé das Letras: Para quem já está em um paraíso (São Thomé), basta seguir até a cidade de Luminárias e depois mais 40 Km até Carrancas. Tudo por estrada de terra.

Parada para um lanche na Casa do Alemão em Petrópolis


Para quem vem da BR-040, está a entrada de Rio das Mortes-MG, a terra de Nhá Chica


ESTRADA REAL

Carrancas faz parte do Circuito da Estrada Real. Em sua área está o maior trecho do Caminho Antigo dentro de um mesmo município. Suas trilhas podem ser percorridas a pé ou com bicicletas e para isso já existem roteiros planilhados com diversas informações que facilitam a viagem. Saiba mais através do link.

Subida da Serra das Carrancas


10 DICAS ÚTEIS PARA EXPLORAR CARRANCAS

1) DINHEIRO: Leve consigo dinheiro em espécie pois a maior parte do comércio não trabalha com cartões e o único banco da cidade é o Banco do Brasil. Existe o correspondente bancário da CEF na lotérica e do Bradesco em uma loja de material de construção, porém não funcionam aos domingos e feriados, e nos sábados funcionam somente na parte da manhã. Em Carrancas não existe a rede 24hs, nem Itaú ou Santander;

2) TELEFONE: Carrancas tem cobertura de telefonia celular apenas das operadoras OI, TIM e Vivo. As operadoras Claro e Nextel não funcionam;

3) CARRO: Algumas cachoeiras são distantes (como o complexo da Zilda que fica a 12 Km da cidade) e não há transporte público.  Ter um carro em Carrancas é importante para visitar os complexos de cachoeiras mais distantes, e não é necessário um carro 4x4, qualquer carro pequeno quebra o galho. Os acessos para as cachoeiras são feitos por estradas de terra, bem conservada mas requer atenção;

4) ÁREAS PARTICULARES: As cachoeiras estão localizadas em sua grande maioria em áreas particulares. A maioria cobra pequena taxa de visitação e oferecem bares ou restaurantes. Respeite sempre os proprietários e principalmente a natureza;

5) CAMPING: Em Carrancas é proibido camping selvagem. Se for acampar procure um camping legalizado, existem vários perto da área urbana;

6) CUIDE DA NATUREZA: Não deixe lixo nos locais que visitar, e caso encontre algum favor recolher. Também é proibido fazer churrascos em cachoeiras, fazer fogueiras, coletar plantas e fazer pixações;

7) TEMPERATURA: O clima na região é bem característico, quando o dia está ensolarado de manhã é quente e dá para aproveitar as cachoeiras, já de noite a temperatura cai. Nos meses de inverno, traga roupas adequadas de frio, nos demais, traga pelo menos uma camiseta de manga comprida ou um moleton;

8) MATERIAL: Itens essenciais: 1 litro de água, protetor solar, máquina fotográfica e poncho. Não esqueça de estar sempre com uma lanterna para visitar as grutas. Do vestuário, é bom sempre estar com roupas de banho e tênis ou botas. Meias reservas para o caso de molhar os pés;

9) GPS: Apesar das trilhas não terem um difícil acesso, alguns pontos confundem por haver diversas trilhas paralelas. Para economizar o tempo andei com GPS, mas este definitivamente não é um item obrigatório;

10) GUIA: Apesar de eu não gostar de guias, estes são úteis apenas para conhecer algumas atrações mais escondidas. Para as principais atrações de Carrancas isto não é necessário. Na cidade existem 4 agências de turismo credenciadas para fazer os passeios, são as seguintes (link): Carrancas Eco Adventure, Pé na Serra, Minas Trilhas Gerais e Bicho do Mato.

Carrancas tem cada lugar mais bonito que o outro


Carrancas possui como principais pontos turísticos os complexos da Esmeralda (12 Km), Fumaça (5 Km), Zilda (12 Km), Ponte (3 Km) e Coração (3 Km). Visitei em 4 dias (3 dias na prática), talvez uma semana fosse o necessário para conhecer tudo, e para acompanhar o passo a passo de cada local, siga o roteiro completo abaixo.


MAIS LINKS ÚTEIS


Trilha dos Inconfidentes: www.trilhadosinconfidentes.tur.br


MEU ROTEIRO

Roteiro completo: CARRANCAS-MG



Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Promoção! Reserve aqui

Booking.com

Se inscreva no canal

Pesquise o seu destino aqui

Booking.com

Notícias de Viagens

Viagens pelo Mundo

Leia Também

Sobre o autor

Sobre o autor
Renan tem 35 anos, é carioca, mochileiro, torcedor do Botafogo, historiador e arqueólogo amador. Gosta de viajar, fazer trilhas, academia, ler sobre a história do mundo e os mistérios da arqueologia, sempre comparando os lados opostos de cada teoria. Cada viagem que faz é fruto de muito planejamento e busca conhecer o máximo de lugares possíveis no curto período que tem disponível. Acredita que a história foi e continua sendo distorcida para beneficiar alguns grupos, e somente explorando a verdade oculta no passado é que se consegue montar o quebra-cabeça do mundo.

Total de visualizações